• Programa de Estágio

Notícias

03/07/2017 17:10

Ibametro contabiliza 284 produtos artesanais certificados em todo o Estado

Nesta segunda-feira, dia 03, o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) participou da solenidade de lançamento de novo edital do selo A Bahia Feita à Mão para inscrição de artesãos interessados no Programa de Certificação do Artesanato Baiano, desenvolvido pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo da Bahia (SETRE), através da Coordenação de Fomento ao Artesanato. O evento aconteceu na unidade do Instituto Mauá, na Barra, a partir das 14h, com a participação de lideranças políticas e sociais, além de artesãos de vários municípios baianos.
O Ibametro é o órgão parceiro do Programa responsável pela certificação dos produtos, após auditoria especializada para atestar a qualidade das peças. “O selo é conquistado após a comprovação de que o produto atende a uma série de requisitos, tais como o respeito à legislação ambiental, a não utilização de mão-de-obra infantil e a fidelidade às raízes e simbologias do nosso estado”, ressalta o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.
No total, já foram certificados 284 produtos de artesãos de regiões diversas do Estado, de 2012 a 2017. A certificação proporciona melhores condições de negócios aos artesãos locais. O valor agregado às peças possibilita expansão do mercado para os profissionais, que passam a participar mais efetivamente de feiras e exposições no Brasil e no exterior.
É o que vem acontecendo com a artesã Josélia Souza, que produz peças a base de tecidos, como bonecas de pano. “As pessoas têm um outro olhar para o produto certificado. Hoje eu consigo vender meu artesanato para lojas dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul, além de expandir as vendas aqui na Bahia”, comemora.
Sobre o Programa: o objetivo do “A Bahia Feita à Mão” é valorizar e fortalecer o artesanato regional, ampliando as chances de negócios para os artesãos a partir da maior qualidade aplicada nos processos de produção. O Programa foi lançado em 2012. Até o momento, um total de 95 artesãos já foram beneficiados.
O Programa é desenvolvido pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo da Bahia (SETRE), através da Coordenação de Fomento ao Artesanato, e visa garantir, dentre outras coisas, uma produção sustentável e a garantia de que o artesanato seja um produto genuinamente baiano.
Os artesãos cadastrados são dos seguintes municípios: Barra, Camaçari, Dias D'ávila, Euclides da Cunha, Glória, Guanambi, Irará, Itiúba, Lauro de Freitas, Lençóis, Morro do Chapéu, Nova Soure, Pindaí, Santo Amaro, São Sebastião do Passé, além da capital baiana. Entre as matérias primas usadas estão: fios e tecidos, madeira, palha de oricuri, papelão, argila, cabaça, metal e conchas de mar.


Fonte: Ascom - Ibametro

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.